Templates da Lua

Créditos

Templates da Lua - templates para blogs
Essa página é hospedada no Blogger. A sua não é?

'

Medo de me lançar ao mundo?Não,eu nunca tive.

domingo, 5 de setembro de 2010

O tal do amor próprio está florecendo aqui dentro,finalmente...




Olá pessoas,ontem mais um churras na casa do pessoal,poucas pessoas,mas foi bom como sempre.
Esses dias recebi noticias que deveria ter me afetado enormemente,porém,foi uma preocupação normal,creio eu.
Então..as coisas por aqui estão na mesma,estudando bem mais que antes.. aliás..já fazer isso,só passei pra dizer que estou viva.
Esse dias de madrugada fiz esse texto que segue abaixo,eu gostei bastante,espero que vocês também:
a vida inteira foi assim;Faça isso,diga isso,não diga isso,não faça isso.
ninguém nunca lhe apresentou a liberdade,muito menos a verdade,tudo em nome
da boa convivencia com as pessoas.Lhe diziam que ela era realista demais,que
deveria frenar a lingua,que o mundo não gostava de pessoas assim,que não tem
um filtro entre a cabeça e a lingua.Queriam lhe fazer acreditar que ela não
era adequada para esse mundo.Até que um belo dia eu precisou ir,e foi,não
entendeu como a deixaram ir,mas aproveitou a aportunidade,e foi.
então ela pela primeira vez via o mundo pelos própios olhos,tirou a venda,e
no começo ardeu bastante,não estava acostumada com toda a poeira que o vento
trazia pra suas retinas,isso a irritava.ela tentou então fechar os olhos,mas
sentiu que não deveria fazer-lo,aquela era a primeira vez que podia tomar
decisões sozinha,e sabia que sem pelo menos tentar enxegar não conseguiria,e
acabaria voltando ao seu lugar de inicio,e isso definitivamente não seria bom
pra ela,não naquele momento.
Com o tempo ela se acostumou com a sujeira nos olhos,mas isso não quer dizer
que deixou de se sentir encomodada.
Decidiu então ver o que acontecia se ela falasse tudo que pensava e sentia,e
para a sua surpresa muita gente gostou do que ela tinha pra dizer,claro que
alguns golpes foram inevitaveis,ninguém agrada a todos,isso ela já sabia mesmo
quando estava presa em sua bolha de cristal.Mas pela primeira vez na vida
ela se sentia ela,sabia quem era,sabia quem eram as pessoas a sua volta,e
sabia que podia ser e ia ser muito melhor se continuasse assim.
Ela cortou os laços com a antiga pessoa que fizeram com que ela fosse e foi
ser ela mesma.Com pensamentos próprios,textos próprios,opiniões próprias,e foi
ai que ela passou a ter VIDA PRÓPRIA.

Tchau pessoas.=]

6 comentários:

Ellen Damaris disse...

llindo seu texto msm !
as vezes a madrugada nos tras inspirações !

beijão flor

Amanda Mota disse...

haha, amei o texto, acho qeu as vezes é exatamente assim, as coisas as vezes melhoram vistas e feitas com os nosso propios olhos. saudades mler (:

Ellen Damaris disse...

Desculpa *-*

Eu fiz outro blog porque aquele outro tava dando muito problema !

http://lemdamaris.blogspot.com

espero que vs de uma passsada lá!
fooi mals pelo spam !

beijinhos

Rah (: disse...

Amoooour,
tambem to nessa fase de amor proprio :) to me descobrindo a cada dia! rs
EEEE TUDO PASSA!
amoo seu blog. e aaaaah. os churras sao MARA mesmo hahahaha

Maísa Guimarães disse...

adooooreei
é bom qndo a gente passa a ser qm a gente sempre quis ser ;D

MarceloHerrera disse...

Gostei do texto
muito legal
Parabéns peço blog.
vou sempre dar uma passada por aqui.